21/11/2008

Fazer coisas bem feitas - Parte I - Escolher o blush

Quando elaboramos uma maquilhagem em que é que temos de pensar? No aspecto final... claro!
Os elementos do n/ rosto funcionam como partes que constituem um todo e, como tal, não as podemos maquilhar isoladamente.

Há portanto algo que não podemos esquecer: as cores que utilizamos. Como é óbvio, uma pele morena e amarelada não combina bem com blushes de tons rosados! Portanto o 1º passo é escolher as cores + adequadas à v/ cor de pele.
Comecemos por escolher, por exemplo o Blush:

Peles claras e rosadas ficam melhor com tons rosa e beges alaranjados.

Peles morenas rosadas combinam bem com tôns pessego, corais, tons acastanhados e arroxeados

Tons de pele escuros combinam com tons de ameixa ou bronzes.

Em peles amareladas é melhor usar-se somente castanhos e acobreados.

A partir do momento em que escolhem o blush, não se podem esquecer de que o tom que escolherem para os olhos não deve divergir muito da das bochechas.
Se usarem sombras, pretas ou azuis esta regra não se aplica, mas nas restantes cores é melhor não a esquecerem. O verde (sobretudo verde seco) combina melhor com os acobreados ou pessego.

O que também não deve destoar demasiado é o tom do baton, sendo que se escolheram realçar os olhos, o tom de lábios deverá ser o mais neutro e discreto possivel.


Imaginem a seguinte hipotética combinação de cores numa maquilhagem de uma senhora com pele morena amarelada: olhos rosa, blush avermelhado, lábios castanho acobreado... Má combinação? Sim... No fundo, numa maquilhagem completa, o que se pretende é que exista o mesmo tom em todo o rosto. Não obrigatoriamente (por exemplo) rosa nos olhos, nas bochechas, e nos lábios. Mas um tom que tenha por base a mesma cor do blush ou que se aproxime o mais possível.


BE UNIFORM!

Sem comentários: