27/10/2010

Roubar é tão feio!

imagem retirada DAQUI
"Não se mexe em nada que não é nosso!"
Não devo ter sido a única a ter a cabeça feita para esta realidade desde pequena.
Assim, ainda hoje não mexo em cartas que não me são dirigidas, não abro gavetas alheias e não espreito o conteúdo de emails que outros recebem (vale para sms, registos de chamadas e etc.)
Isso é outro departamento, interessante também e posso um dia abordar.

O que não faço MESMO é roubar. Epá não, não e não.
Dirão: "ah eu também não roubo"
Só que eu não estou a falar de puxar a mala da velhinha na rua e desatar a fugir até ao beco mais próximo como nos filmes.

Falo de,  e só de furtos em lojas.
Porquê? Porque a primeira notícia que vi na TV hoje foi acerca do valor chocante de produtos que são roubados em estabelecimentos comerciais.
Apesar de não ter fixado o valor anual, fixei o diário:

EM PORTUGAL, POR HORA, SÃO FURTADOS 42.000€ EM PRODUTOS NAS LOJAS

Sinceramente não estava a espera!
Então os brancos costumes... são só em relação aos políticos?
A inércia face ao que nos é imposto só é contrabalançaada  por actos de chicoespertismo?

A minha revolta trepou  a níveis hiperespaciais quando,  entrevistado o gerente de um supermercado, a resposta é que os produtos mais furtados são.... DE HIGIENE, COSMETICA E AFINS!
Ou seja nem sequer é por necessidade (o que não justificaria, mas abrandaria a minha fúria), é por vaidade!

Recentemente no DIA, realmente reparei que havia coisas que costumavam estar numa prateleira e agora estavam dentro de uma vitrine... já sei porquê agora ( imaginava, mas custa-me admitir que até num supermercado mais barato isto aconteça... com produtos brancos)
É inadmissível!

E por isso gostaria de vos pedir (além de que não furtem) que não tenham medo de apontar o dedo se virem uma situação destas, não é como ser um chibo na época da ditadura, é antes uma atitude responsável e de cidadania.

Furtar numa loja não é um crime ser vítima, a vítima está bem definida, somos todos os outros que lá compram e que não furtam, por dois motivos:

 - o cálculo do preço é feito com perfeita noção da margem para "perdas", se elas aumentam imaginem o que aumenta também...;
 - em vez de podermos estar calmamente a ler um rótulo para decidir se queremos, o que para mim é A VANTAGEM do auto-serviço, passamos a depender de um funcionário que nos venha abrir a vitrine e estar pressionadas a "dizer quero isto ou aquilo", quando de facto ainda não sabemos se queremos, só porque a pessoa tem mais que fazer que olhar para nós.

E quando em algum dia das vossas vidas virem algo que gostavam muito de ter, poupem e conseguirão.
Se for um Ferrari... poupem muito.

BE honest!

16 comentários:

NotJustNails disse...

Nem há mais nada a dizer... roubar é feio e ponto!
Quanto a apontar o dedo... achas que me vou chatear para proteger uma cadeia de supermercados??
Naaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!

Prefiro meter-me se vir um carteirista no metro ou no autocarro, agora de resto.. os supermercados tem muito lucro, metam mais seguranças e policias à porta!!

Beatlemarta disse...

Ao contrário da Ana, e porque é mesmo uma questão de princípio, já arranjei chatiçe num supermercado onde disse a uma senhora para meter mas é os batonzinhos no expositor ao invés de estar a retirá-los da embalagem e a enfiá-los no bolso!
São atitdes que me metem nojo, então não é por ser a um particular ou a uma empresa que me faz agir de forma diferente.
E atenção, a malta pensa que não tem nada a ver com isso, mas depois queixam-se quando paga o justo pelo pecador! Depois o supermercadozinho aumenta o preço de tudo para compensar esses sacanas que roubam! E eu é que pago! É isso e não poder testar nada porque já foram queimados por criminosos de trazer por casa! Muito reles!
Tô com a Ximi! Leidê que é Leidê não rouba e nem deixa roubar! Que feio!

olivia disse...

Tou contigo, nem roubar nem deixar roubar!!!
Já me aconteceu ver a roubarem e chamei à atenção da senhora que estava a roubar para recolocar as "giletes", sim estava a roubar giletes, no local de origem...todos pagamos a "factura" de quem rouba...!

Strawberry disse...

Quando vamos às perfumarias muitos dos produtos têm aquele alarme autocolante, que é desactivado quando passa na caixa certo? Não sei se é bem assim, sei que tinha um creme de mãos (que comprei na farmácia, não roubei!) E passado uns meses sempre que passava por uma loja a minha mala punha o alarme a tocar!! Nunca entendi o porquê, pois passava a mala, passava a carteira e nada, só um dia quando me meti a passar tudo o que tinha na mala vi que era o creme! Percebi então que tinha lá um autocolante e que era aquilo que estava a accionar o alarme. No outro dia a minha mãe comprou um creme na área de saúde do continente, e saímos da loja nada aconteceu, quando fomos ao continente e saímos começou a apitar, e o segurança disse que as raparigas nunca desactivam bem os alarmes e que acontece muitas vezes isso. Portanto não entendo porquê que nos supermercados não colocam também esse tipo de alarmes nos produtos, sempre era maneira de evitar roubos. Eu detesto ir ao supermercado na altura do natal, e ver caixas de bombons abertas ou de bolachas!! Não sei como alguém é capaz de o fazer. Duvido que seja pela fome que têm, acho que é mesmo pela falta de carácter.

Acho que esses roubos são mesmo porque a cosmética por cá é muito cara! Vais a Espanha e encontras tudo muito mas muito mais barato. Ou seja, as pessoas roubam porque não estão para gastar dinheiro, da mesma maneira que muitos supermercados nos roubam a nós, e podes reparar isso quando começam os saldos! Vi um quadro que custava 150€ baixar para 19€! Duvido que um quadro tão caro pudesse mesmo ficar tão barato só porque era altura de saldos, conclusão, quem desse os 150€ tinha sido mais que roubado. Enfim, roubam-se uns aos outros, não concordo, mas também acho que há coisas bem piores que roubar um creme num supermercado. Até porque eles compram aquilo às paletes, compram a 10 euros, vendem a 100€, não há-de ser assim uma grande perca. É como a Claire's, não tem alarmes, porquê? Porque se alguém roubar uma coisa, o dono daquilo nem dá pela diferença.

Vai da consciência de cada um, eu sinceramente se visse alguém roubar um baton ou o que fosse, não iria dizer nada a ninguém. Tal como a "not just nails" diz, há coisas que merecem mais a nossa atenção. E também concordo que o ganho deles é sempre mais alto que a perda. Além disso, não somos nós que temos de estar atentas, nem são os produtos que têm de estar trancados, têm sim de meter mais seguranças, e fazerem uso das câmaras de vigilância, o que não falta é gente a precisar de trabalho, esses postos seriam facilmente ocupados! Eu nos shoppings vejo os seguranças sempre a passear de mãos atrás das costas! Depois estão aqueles à porta para nos trancarem os sacos, como se quem quisesse roubar não o fizesse de uma maneira ou outra, aliás, agora até já só "trancam" os nossos sacos com um autocolantezinho. LOL

Enfim amiga, percebo perfeitamente a tua revolta, tal como a das pessoas que têm lojinhas pequenas, nisso entendo perfeitamente, agora os hipermercados e companhia fazem muito drama para algo que nem os afecta assim tanto, se afectasse já há muito tempo que tinham arranjado soluções.

=)**

Papoila disse...

Olá...
Concordo em pleno...
Roubar é feio... como é possivel isso acontecer ate no mini preço.

Linda tinha uma pergunta para te fazer.
Que creme de olhos recomendas? Tendo em conta claro a relação preço/qualidade.
Preciso de um e não sei o que comprar, tendo em conta que tu és uma "perita nesta matéria", recorro a ti....



Kiss

Elza disse...

Assunto complicado este, n sou capaz de apontar quando vejo alguém fazendo estar merdas...mas eu saio de perto da pessoa pois o meu olhar fala muito e para não geral confusão eu por vezes saiu da loja, ja vi muitas vezes nos xineses, coisas de euro ou dois, ou seja quanto for, as pessoas meterem no bolso, enfim fico trastornada com isso, mas confesso não ser capaz de apontar dedo.

Ana disse...

Se ainda fosse comida, uma pessoa entendia que a crise está a afectar, mesmo sendo errado. Agora vaidade? Por amor de desde, nao é a crise, é mesmo anormalidade da cabeça de algumas pessoas.

Bjitos, Ana

B. V. disse...

Eu não diria melhor, apoiado.
bjs

A Flor disse...

Eu só me pergunto onde é que esta gente arranja o descaramento. Eu cá nem provo uma uva antes de as comprar...

Inezzitah disse...

Essas atitudes demonstram o carácter de uma pessoa ... roubar com fome é uma coisa, roubar por vaidade é outra

Há países em que as crianças que roubam 1 peça de fruta para comerem, se os apanharem cortam-lhes as mãos, aqui em Portugal as madames roubam cremes para não deixar aumentar a papada ... realmente TRISTE e DESPREZÍVEL

O acto de roubar em si não é louvável, seja o que for, mas acho que de acordo com o propósito que seja poderá ser mais ou menos repreensível ... por necessidade é uma coisa, por vaidade é outra.

Gostei do post, levantou uma grande polémica que já consegui perceber entre as meninas e dá para perceber bem as concepções de cada uma

Beijocas :) *

Ana disse...

Grande resposta Inês!!
Bjs, Ana

Papoila disse...

Olá.
Ja te mandei um mail
Kiss

Erase Pounds disse...

Não dinheiro, não há vícios. Roubar é possivelmente das coisas mais me revoltam. Seja como for, se alguém roubar para comer, até sou pessoa de entender mais ou menos...mas só mais ou menos. Bjs

ximiusa disse...

Meninas acima de tudo muito obrigada por deixarem a vossa opinião.
A troca de ideias acerca disto foi mto importante para mim.

Beijos!

Gatinha disse...

Compreendo que alguém roube para comer ou, mais ainda, para dar de comer aos filhos. Agora para meter "robbialac" e afins na cara??? No way!
é por isso que na maior parte dos supers os produtos de beleza e as bebidas espirituosas (sim, há quem roube vodka e whisky), estão metidos em vitrines fechadas à chave, ou guardados em armazém e só ficam as caixas vazias em exposição.
Não tão mau como roubar, mas que mostra muita falta de chá, é experimentarem produtos para venda quando não há testers e, ainda por cima, levar outra embalagem e não a que testaram, que lá fica para que outra tansa qq a compre...
*

Sofia disse...

Não me digas que não ouviste falar no famoso caso de uma senhora que foi processada pelo LIDL por ter roubado um creme de 3 euros?
Acredites ou não mas o artigo mais roubado nos hiper's são as Gilettes LOOL, pah ninguém quer andar por aí ao estilo Tony Ramos AAHAHAHAH. Bom agora a sério, já tou como uma leitora tua disse, eu nem bagos de uva sou capaz de tirar e vejo gente que sai da secção dos frescos já jantada à conta das provas... é o país que temos e as pessoas cada vez têm menos vergonha na cara.